terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Continuando: É menino ou menina???

Continuando a saga da minha gravidez gemelar...
Depois de 16 semanas, a expectativa de descobrir qual seria o sexo dos bebês... Reimar deu até um jeitinho de ir mais tarde pro serviço pra poder acompanhar o ultrassom... Eu não tinha nenhuma noção do que esperar mas todos em volta diziam que seriam dois meninos, incluindo obviamente o pai das crianças. Eu no fundo desejava que pelo menos houvesse uma menina, mas já tinha me conformado que fossem dois meninos, já imaginava a bagunça que eles iam fazer, o trabalho que iam me dar, imaginei até um quartinho com motivos masculinos e até gostava da idéia.
Chegamos para o exame, e depois dos preparativos, chamei o Reimar e grande expectativa... a médica veio, colocou o troço gelado na minha barriga e o aparelho e...
Médica: Vcs já sabem o sexo?
Eu: Não... Será que dá pra ver hoje?
Médica: Vamos ver... Qtas semanas?
Eu: 16.
Bom, o primeiro bebê é uma princesinha...É, isso mesmo.
Cara do pai: de besta, os ombros caíram de desânimo...
Pensamento da mãe: Ai, meu Deus... Ele não gostou... O outro tem que ser menino, tem que ser menino, menino, menino...
Médica: o outro é...
menina também... outra princesinha...
Pai: ombros caíram mais um pouco, cara total de decepção...
Eu: Tem certeza? (sorrindo de felicidade, mas preocupada com a reação do pai)
Médica: A primeira é certeza, a outra não tá tão claro assim mas acho que é...
E os dois bebês estão ótimos...
Aí, lógico que gostei, mas realmente tive que reformular minha imaginação e tentar não ficar tão chateada com a cara que o pai fez... Como pode eles acharem tão ruim... Se fosse menino, eu não ia achar ruim não. Mas depois quando fomos numa loja, ele começou a me mostrar roupinhas e sapatinhos cor-de-rosa e a sorrir. Fiquei mais aliviada.
As mulheres gostaram, os homens nem tanto... Que bobagem! Dizem que menina tem que ter mais cuidado... Homem é mais chorão e espoleta! Mulher é mais frufru e mais tarde tem que espantar os homens da vida delas (é o que todo pai acha...rsrs).
Ah, quer saber, sendo meu filho ou minha filha vai ser único, amado e muito bem criado!!!!
Mas viva as mulheres!!!!! EEEeeeeeeeeeeeee!!!!
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs.
Lição do post: Não conte com uma cara feliz do pai!!!

sábado, 13 de dezembro de 2008

A alegria de um novo nascimento

Ontem, uma das minhas melhores amigas deu a luz a seu primeiro filho. Que notícia boa! E como é lindo ver os olhos das pessoas brilharem quando se dá a notícia de um nascimento! Um bebê traz muita felicidade, aos pais, a família e a todos que tem a sorte de conviver com ele. É maravilhoso ver uma pessoa se transformar diante de um bebê, da dureza pra alegria, pra um bem-estar... Os bebês são mágicos! E um bebê próximo ao Natal pode ser ainda melhor!!!
Só queria compartilhar minha alegria com vocês!!!
Augusto é meu mais novo "sobrinho" e estou ansiosa por conhecê-lo...
Esse ano foi muito abençoado por nascimentos de filhos de amigas próximas e queridas.
Teve a Giovanna, da Keiko, a Beatriz, da Fabi, a Letícia, da Giselle, o Vinicius, da Taty, agora o Augusto, da Angel, e lógico minhas duas bonequinhas... Logo no começo do ano que vem ainda vou ganhar mais um bebê: o Lucas, da Aninha. Quantas crianças, nao é? E quanta alegria também. Sei que pros pais também tem muito trabalho, descobertas, confusão, choradeira, desespero, mas tudo isso vale muito a pena, eu bem sei. Ah, e eu estou aberta pra conversar com todo mundo e trocar figurinhas. É bom poder contar com as amigas.
Boa sorte pra nós! E vou torcendo pra que mais amigas engravidem, quero mais bebês no ano que vem! rsrsrsrss.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Pra quem acha que 2 é muito!!!




Essa foi mandada pela Paty, minha cunhadinha, pra me lembrar que eu reclamo de barriga cheia...rsrsrsrs.
Dá até arrepio de pensar...rsrsrs. Imagine as noites dessa mãe... Ai Jesuis!!!

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Gravidez Gemelar

Achei esse nome esquisito a primeira vez que ouvi... Gemelar... Mas é assim que é chamada a gravidez de gêmeos. Lembrei de gemada... rsrsrsrsss.
Dizem que a gravidez de gêmeos é uma gravidez de alto risco. Por isso, ofereceram-me o pré-natal no Hospital das Clínicas aqui de São Paulo e eu aceitei, lógico! Estava sem convênio e com muito medo do serviço público de saúde, pois nunca tinha precisado dele antes, pelo menos não num momento importante. Mas depois coloco minhas impressões sobre isso...
A gravidez gemelar é exatamente igual a gravidez "normal". A única coisa que eu senti diferente foi o peso e o tamanho da barriga, mas muitas pessoas que tem gêmeos não sentem essa diferença pois muitas vezes os bebês nascem bem pequenos e antes do tempo. Algumas mulheres também dizem sentir os sintomas da gravidez multiplicados, mas eu não tive essa experiência não. Minha barriga cresceu bem mais que o normal, quando eu tinha só 3 meses de gestação as pessoas já podiam notar que eu estava grávida e com 6 meses, parecia que eu já ia parir. Aliás quando fui visitar duas amigas minhas nas maternidades em que deram a luz, as pessoas me olhavam como se eu fosse me internar e me juntar a elas e eu ainda estava no 6º mês. No fim da gestação olhavam pra minha barriga e perguntavam se eram trigêmeos. Vê se pode?!?!?!
Tem mulheres que sofrem. Gravidez de gêmeos univitelinos (um óvulo que se dividiu em dois) é mais arriscada que de bivitelinos (dois óvulos fecundados por dois espermatozóides), por alguns motivos. E algumas mulheres tem que ficar de repouso desde o começo da gravidez. Uma vizinha minha teve que ficar de cama por 7 meses. Deus me livre!!! Fiquei de repouso também. Mas foi só no último mês e por causa de hipertensão arterial. Essa parte foi pééééssssimaaaaa, porque odeio ficar parada. Mas olhando pra trás hoje, e vendo minhas meninas diariamente, sinto que foi pouco que eu passei pra tanta alegria e amor que tenho pra dar pra elas.

Lição do post: Se você está grávida e acha que está sofrendo, saiba que tem gente sofrendo mais que você! E no fim, vale a pena!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008



Essa era minha barriga no 7º mês de gravidez...

Sintomas de gravidez


Esse post é praquelas que estão desconfiando...
Você pode estar grávida se:

Teve relações sexuais sem usar nenhum método contraceptivo.
Está com um ou mais atrasos menstruais.
Teve menstruação, mas foi muito menos sangue do que o comum.
Tomou anticoncepcional, mas falhou um dia. É mais arriscado quando falhou a pílula no começo da cartela, ou começou a tomar com 1 ou 2 dias depois da data.
Tiver alguns dos sintomas de gravidez, listados em seguida.
Fez um teste de gravidez caseiro e deu positivo.
Se você tem um ciclo regular, e é sexualmente ativa, você pode ficar grávida, mesmo se toma anticoncepcional.
"Será que estou grávida?" A prova é o teste de gravidez. Mas se ainda antes do atraso menstrual você desconfia – ou tem esperança – de gravidez, considere estes sintomas iniciais, que podem começar na primeira semana logo após a concepção.

Seios sensíveis e inchados
Mudanças nos seus seios podem ser o primeiro sintoma de gravidez. Duas semanas após a concepção, as mudanças hormonais os tornam sensíveis, latejantes ou doloridos. Podem ter também a sensação de peso ou cheios.

Fadiga
Fadiga está entre os sintomas mais comuns de gravidez antes do atraso menstrual. Durante o início da gravidez, os níveis de progesterona decolam. Em altas doses, a progesterona te coloca para dormir! Ao mesmo tempo, a baixa taxa de açúcar no sangue, a diminuição de sua produção e da pressão ajudam a sugar toda a sua energia.

Suaves cólicas e sangramento
Em algumas mulheres, uma pequena quantidade de sangramento ou borra é um dos sintomas também. Conhecido como sangramento de implantação, acontece quando o óvulo fertilizado se prende ao revestimento do útero. Acontece por volta de 7 a 14 dias da fertilização. Este tipo de sangramento normalmente ocorre um pouco mais cedo do que o dia da menstruação, e é mais escasso e claro do que uma menstruação normal, e não se alonga por muitos dias.
Algumas mulheres podem sentir cólicas como se fossem menstruar.

Náusea com ou sem vômitos
Mal estar matinal, e que podem voltar a qualquer hora do dia ou noite, é um dos mais clássicos sintomas de gravidez. Em algumas mulheres, os enjôos já começam com duas semanas depois da concepção.
Aparentemente, a náusea é resultado em parte pelo aumento rápido dos níveis de estrogênio, que faz com que o estômago se esvazie mais rapidamente. Gestantes também ficam com o olfato mais apurado, e alguns odores – como frituras, perfumes ou fumaça de cigarro – podem causar enjôos repentinos no início de uma gravidez.

Aversão ou desejo por alimentos
Quando se está grávida, você pode torcer o nariz para certos alimentos, como café ou frituras. Desejos por alimentos são comuns também. Entre um dos mais famosos sintomas de gravidez. Este sintoma é relacionado às mudanças hormonais – especialmente no primeiro trimestre, quando as mudanças são mais drásticas.

Dores de cabeça
No início da gravidez, as mudanças hormonais causam um aumento da circulação sangüínea, causando algumas dores de cabeça.

Prisão de Ventre
Este também é um sintoma bem comum, causado pelo aumento da progesterona, que faz com que a comida demore mais para percorrer o intestino.

Variações de Humor
A enxurrada de hormônios que invade seu corpo no início de uma gravidez, pode te fazer sentimental e chorona. Estas variações são comuns, especialmente no primeiro trimestre.

Desmaios e vertigens
Como as veias se dilatam e a pressão sanguínea diminui, você pode sentir tonturas. No início da gravidez, desmaios podem ser causados pela baixa de açúcar no sangue.

Temperatura basal elevada
Sua temperatura basal é a temperatura tirada logo ao acordar. Esta temperatura dá um leve salto após a ovulação e permanece alta até a próxima menstruação. Se você acompanha sua temperatura basal para determinar sua ovulação, se ela continuar elevada por mais de duas semanas pode significar que você está grávida.

Será mesmo gravidez?
Infelizmente, estes sintomas não são exclusivos de gravidez. Alguns podem indicar que você vai ficar doente, ou até mesmo que a sua menstruação está para vir. De outra forma, você pode estar grávida, mas não irá sentir nenhum destes sintomas.

No meu caso, senti apenas seios doloridos e mais vontade de fazer xixi que não está relacionado aqui mas que me disseram que também foi devido a gravidez.
E boa sorte!