terça-feira, 13 de outubro de 2009

Começou a andar? Começou a falar? Ansiedade dos pais e afins...

Gentem...
Primeiramente quero agradecer pelo carinho de vcs! Amoooooooo vcs mesmo! Adorei os recadinhos abaixo...
Bom, mas eu queria falar sobre a ansiedade que tenho sentido e acho que muitos em volta das minhas filhas de vê-las andar e/ou falar. Engraçado isso... Parece que a gente nunca está contente com o andar do desenvolvimento delas que está indo muito bem por sinal. E fiquei com uma dúvida desgramenta: Quando a gente pode falar que elas começaram a andar? Quando elas dá uns passinhos que nem bêbada ou será que só quando deixar de engatinhar completamente e andar firme? Será que se ela tiver no meio termo posso dizer que ela anda? Eu não sei, e queria tanto dizer que a Bia já anda... Ela dá vários passinhos e anda uma distância de 1 a 3 metros dependendo da motivação e equilíbrio...Eu acho lindo, mas qdo alguém me pergunta se ela anda,não sei o que dizer. Alguém me dá uma luz?!?!?!?!
E falar? Quando a gente pode dizer que ela falou? Quando ela diz papá ou tarim (carinho, para os leigos) ou tau (tchau), pode-se dizer que ela fala, ou ela tem que recitar um poema de Drumond? Tem que falar uma frase inteira ou pelo menos tem que ser totalmente correta a palavra? Eu também gostaria de falar que minhas filhas falam, mas elas só falam projetos de palavras.... O que podemos considerar? Alguém sabe dizer?!?!?!?!
Se alguém tiver as respostas, me diz e acho que vamos sanar umas dúvidas não só minhas, mas de muitas mamães de primeira viagem.
Ah, e caso alguém esteja sofrendo de ansiedade como eu, recomendo tomar um chá e relaxar que independente do momento exato que essas coisas acontecerem, vão acontecer e quando acontecer, vai ser lindo, uma vitória pros filhotes e pras mamães!!!
Bjs bjs a todos.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Falta de tempo

Ei pessoas, cadê vcs????
É, eu sei bem como é a falta de tempo... difícil mas sabe fiquei pensando: Tem vezes que tá todo mundo disponível, participativo, solidário e outras vezes, tá todo mundo mais do que ocupado, se desculpando e deixando pra depois. O tempo é relativo, relativo de acordo com a disposição e humor da gente. Acho que já deu pra perceber que quando acordamos bem, comemos bem e todos estão colaborando parece que o dia flui e tudo dá certo, sobra tempo até pra tirar um cochilo(nossa, qto tempo...snif snif...) ou assistir aquele programinha da tv que ninguém nem conhece mas vc curte pacas(gostaram da gíria antiga?rsrsrs.). Outro dia, tudo dá errado, vc acorda e sua filha faz pra começar o dia xixi na sua cama. Vc não consegue fazer tarefas simples como varrer a casa, tirar o lixo, lavar a louça, comer... Vc explode no meio do dia gritando, dizendo que o dia de hoje devia acabar mais cedo já que ele não tá levando a nada e no fim, está extremamente exausta de tentar fazer as coisas e não conseguir e se rende a ficar embalando sua filha ou suas filhas no meu caso, pra que pelo menos elas descansem e você possa respirar um pouco. Afff!!!!
É, mas é tudo muito relativo. Até escrever e participar do meu blog e do blog dos outros depende dessas variáveis do dia. Mas gente, dá um oizinho, tô me sentindo tão sozinha no meu blog...rsrsrs.
Hoje foi um dia bom, minhas filhas estão colaborando... Graças a Deus!
Bom, se sobrar um tempinho pra vc, me escreve, me liga, que apesar da falta de tempo, os amigos sempre nos ajudam a melhorar o nosso humor e disposição e quem sabe assim a vida fica mais gostosa e menos estressante.
Bjs bjs a todos
Lição do post: Dê um tempo na falta de tempo e escreve pra mim que tô carente! rsrsrsrsrs.